Pages

Subscribe:

25 outubro, 2010

O enigma húngaro

 
               
Pra lá dos sete reinos, à beira de uma imensa floresta, vivia um monarca que possuía um belo castelo de ouro. No entanto, esse monarca vivia melancólico e imerso em profunda tristeza. A razão dessa tristeza é que seu único filho era um homem centenário, enquanto que o monarca contava menos de 60 anos. Seu grande medo era que seu querido filho, o príncipe que deveria herdar seu reino, morresse de uma hora para outra devido a sua avançada idade. Então, o monarca resolveu tentar a sorte. Encheu seu cantil de vinho, guardou uma provisão de pão e partiu. Andou durante 7 dias e 7 noites até encontrar uma grande cidade. Logo na entrada da cidade encontrou uma velha que assim o interpelou:
- Bons dias, meu filho. Que bons ventos o trazem a essa cidade?
- Que a senhora tenha bons dias, avozinha. Vim encontrar a cura para a doença que deixa meu filho 10 anos mais velho a cada aniversário.
- Vá adiante e encontrará um castelo de prata, lá vivem uma criança, um jovem e um idoso. Converse com eles e terá a resposta que procura.
O monarca agradeceu e continuou sua caminhada. De fato, depois de andar o equivalente a um tiro de espingarda, avistou o castelo de prata. O portão estava aberto, por isso entrou. No imenso jardim que circundava o castelo viu um menino brincando de correr. Quando chegou perto, percebeu que tratava-se de si próprio quando era criança.
- Ei, menino! Você sou eu! Como isso é possível?
A criança calmamente respondeu:
- A resposta que procura está na letra J.
Assim que proferiu essas palavras, correu para longe atrás de uma borboleta azul.
Do outro lado do jardim, o monarca viu o jovem de quem a velha havia falado, e, para sua surpresa, o jovem também era ele próprio quando adolescente.
- Mas quem é você, rapaz??? - Exclamou estupefato.
- A resposta que procura está na letra L. – Respondeu o jovem ainda mais calmamente.
O monarca já furioso foi até os fundos do jardim, onde um velho já passado dos cem anos cuidava de algumas plantas. O monarca examinou-o de cima a baixo e concluiu que era sua própria versão quando se tornasse muito idoso.
-Diabo! O que o senhor tem a me dizer??
- A resposta que procura está na letra B.
E entregou ao monarca um livro. Na capa estava escrito LIVRO DE AREIA,  e embaixo, J.L.B.
- Leia o primeiro conto e entenderá.

Leituras:
O livro de areia - Jorge Luis Borges

1 comentários:

Tricolor SP disse...

Chantili é muito criativa.

Como novo seguidor do blog, quero deixar três dicas úteis, de trabalhos que considero bons.

http://divagandoem.blogspot.com/

http://infinito-e-diverso-els.blogspot.com/

http://ilustrandonossafisica.blogspot.com/

Esses dois últimos podem ajudar quem está no Ensino Médio.

Postar um comentário